PESSOA NEFASTA (Ao Vivo)

OUTRAS FAIXAS
FICHA TÉCNICA

(Gilberto Gil)

Voz, violão e guitarra – Gilberto Gil
Guitarra e Guitarra Baiana – Sérgio Chiavazzolli
Vocais – Nara Gil
Voz e vocais – Russo Passapusso
Guitarra baiana – Roberto Barreto
Baixo – Sekobass
Guitarra – Junix 11
Bases eletrônicas, Programação de bases e synths – João Meirelles
Teclados – Bira Marques
Bateria e percussão – Ícaro Sá
Percussão – Japa System

Capa e Projeto Gráfico: Filipe Cartaxo
Seleção de Repertório: Roberto Barreto e Russo Passapusso
Fotografias: Filipe Cartaxo, Rafael Rocha e Robério Braga

Produção Executiva – Flora Gil e Simon Fuller
Produção – Fafá Giordano, Maria Fortes e Fefe Oliveira
Coordenação A&R – Fabio Silveira
Diretor Técnico – Paul Lewis
Técnico de P. A. Baianasystem – Vitor Vaughan
Técnico de P.A. Gilberto Gil – Leco Possollo
Técnico de monitor Baianasystem – Regivan Santa Bárbara
Técnico de monitor Gilberto Gil – Gustavo Mendes
Iluminação – Ligia Chaim
Direção de arte – Filipe Cartaxo
Roadies BaianaSystem – Rasta e Pavão
Roadie Gilberto Gil – Thiago Braga
Gravado por Daniel Carvalho
Mixado e masterizado por Daniel Carvalho no estúdio Casa da Nina
Gravado Ao Vivo em Salvador em Novembro/2019
Selos: Máquina de Louco e Gegê

Tu, pessoa nefasta
Vê se afasta teu mal
Teu astral que se arrasta tão baixo no chão
Tu, pessoa nefasta
Tens a aura da besta
Essa alma bissexta, essa cara de cão
Reza
Chama pelo teu guia
Ganha fé, sai a pé, vai até a Bahia
Cai aos pés do Senhor do Bonfim
Dobra
Teus joelhos cem vezes
Faz as pazes com os deuses
Carrega contigo uma figa de puro marfim
Pede
Que te façam propícia
Que retirem a cobiça, a preguiça, a malícia
A polícia de cima de ti
Basta
Ver-te em teu mundo interno
Pra sacar teu inferno
Teu inferno é aqui
Pessoa nefasta
Tu, pessoa nefasta
Gasta um dia da vida
Tratando a ferida do teu coração
Tu, pessoa nefasta
Faz o espírito obeso
Correr, perder peso, curar, ficar são
Solta
Com a alma no espaço
Vagarás, vagarás, te tornarás bagaço
Pedaço de tábua no mar
Dia
Após dia boiando
Acabarás perdendo a ansiedade, a saudade
A vontade de ser e de estar
Livre
Das dentadas do mundo
Já não terás, no fundo, desejo profundo
Por nada que não seja bom
Não mais
Que um pedaço de tábua
A boiar sobre as águas
Sem destino nenhum
Pessoa nefasta

© 2010 – 2021 BainaSystem. Todos os direitos reservados. Web design: Máquina de Louco & Adriano Marques.